Literatura CNEC

Fórum destinado à discussão de obras literárias. O objetivo deste fórum, além disso, é substituir a avaliação tradicional, e fomentar reflexões mais profundas.
 
InícioInício  CalendárioCalendário  FAQFAQ  BuscarBuscar  MembrosMembros  GruposGrupos  Registrar-seRegistrar-se  Conectar-se  

Compartilhe | 
 

 Fazendo a Barba - Luiz Vilela

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
Ir à página : 1, 2  Seguinte
AutorMensagem
Flávio Machado
Admin
avatar

Mensagens : 86
Data de inscrição : 10/11/2014
Idade : 28

MensagemAssunto: Fazendo a Barba - Luiz Vilela    Seg Abr 06, 2015 5:10 pm

Luiz Vilela escreveu:
— Deus me ajude a morrer com a barba feita — disse o rapazinho, que já tinha alguma barba. — Assim eles não têm de fazer ela depois de eu morto. E tão esquisito...
O barbeiro se interrompeu, afastou a cabeça e olhou de novo para o rosto do morto — mas não tinha nada a ver com a observação do rapaz; estava apenas olhando como ia o seu trabalho.
— Será que ele está vendo a gente de algum lugar? — perguntou o rapazinho.

Comente o papel da personagem ajudante no conto Fazendo a Barba, de Luiz Vilela, tendo em vista a temática da morte e a sensação causada nesse personagem. Além disso, explique as possíveis razões que levaram o barbeiro a fazer um certo convite a seu ajudante no fim do conto.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://literaturacnec.forumbrasil.net
Breno Ferreira Alves



Mensagens : 9
Data de inscrição : 07/04/2015

MensagemAssunto: Re: Fazendo a Barba - Luiz Vilela    Ter Abr 07, 2015 4:04 pm

Ele se sentiu desconfortável,pois não é muito legal fazer a barba de um morto.E o barbeiro chamou o menino pra beber cachaça para o menino esquecer um pouco daquilo que tinha acabado de ver,e por causa das perguntas que o menino fez.    



Breno Ferreira
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Leonardo Amaral

avatar

Mensagens : 21
Data de inscrição : 07/04/2015
Idade : 17

MensagemAssunto: Re: Fazendo a Barba - Luiz Vilela    Ter Abr 07, 2015 5:35 pm

O menino, ajudante do barbeiro, deveria ser novo, pois o barbeiro indaga se este não queria esperar de fora da casa. Mas o garoto não aceita, e começa a fazer várias perguntas ao barbeiro.Perguntas em que não se sabe a resposta. Esse fato, mostra a insegurança e o desconforto do garoto de estar presenciando a morte, algo que como diz o barbeiro, ninguém deveria presenciar. O barbeiro convida o personagem para tomar uma pinguinha pensando que ele iria esquecer um pouco sobre a morte, e "esfriaria a cabeça".
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Getúlio Andrade



Mensagens : 30
Data de inscrição : 07/04/2015
Idade : 16

MensagemAssunto: Re: Fazendo a Barba - Luiz Vilela    Ter Abr 07, 2015 7:39 pm

O texto Fazendo a barba mostra que o personagem ajudante do barbeiro não se simpatizava com a morte ( alias que se simpatizaria com ela? ), também que não entendia o porque de tal coisa existir, já que apenas serve para destruir a existência do próximo, sendo assim ficou incessavelmente fazendo perguntas sobre o tema: "Porque temos que morrer? Sera que ele esta nos vendo?".
No final o barbeiro o faz um convite: "Vamos beber?", isso pode ter acontecido para aliviar e tirar da mente do pobre rapaz tudo aquilo que acabará de presenciar.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Jorge Henrique

avatar

Mensagens : 24
Data de inscrição : 08/04/2015

MensagemAssunto: Re: Fazendo a Barba - Luiz Vilela    Qua Abr 08, 2015 5:34 pm

O conto Fazendo a Barba, de Luiz Vilela, mostra que o personagem, ajudante, evidentemente novato, não se simpatiza com a presença de um cadáver dentro da barbearia, pois nunca havia presenciado a morte. Este, faz várias perguntas ao barbeiro, sobre o cadáver e por que morremos,mas não obteve resposta, pois eram perguntas que ninguém consegue responder.
No final do conto, o barbeiro chama o colega de trabalho para tomar uma pinga, pois acreditava que isso poderia acalmar o garoto e fazer com que parasse de pensar na morte.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Augusto Vilela



Mensagens : 29
Data de inscrição : 07/04/2015
Idade : 16
Localização : Abaeté-MG

MensagemAssunto: Re: Fazendo a Barba - Luiz Vilela    Sab Abr 11, 2015 3:11 pm

O texto "Fazendo a Barba" de Luiz Vilela, o barbeiro fazia a barba de um morto coma a ajuda de um rapazinho, que estava tenso e sem jeito para fazer as coisas, e quem não ficaria? O rapazinho achava muito estranho fazer a barba de uma pessoa morta, e perguntava ao barbeiro toda hora: "Não é esquisito", até que o barbeiro concordou que realmente era muito esquisto.
A intenção do barbeiro em fazer o convite ao rapazinho para ir ao boteco era aliviar a tensão e o stress que o rapaz ainda sentia.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Maria Emília Pereira



Mensagens : 26
Data de inscrição : 07/04/2015

MensagemAssunto: Re: Fazendo a Barba - Luiz Vilela    Dom Abr 12, 2015 3:50 pm

No conto "Fazendo a Barba" de Luiz Vilela, o ajudante do barbeiro, um jovem rapaz, fica incomodado com a presença do defunto, o que o leva a fazer várias perguntas sobre a morte. O convite feito pelo barbeiro ao final do expediente para "tomar uma pinguinha" seria para aliviar o clima e esquecer um pouco das perguntas, que podem ter gerado reflexão no barbeiro.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Paula Pereira



Mensagens : 28
Data de inscrição : 08/04/2015
Idade : 17

MensagemAssunto: Re: Fazendo a Barba - Luiz Vilela    Dom Abr 12, 2015 7:52 pm

No conto "Fazendo a Barba", de Luiz Vilela, o ajudante do barbeiro se sente desconfortável ao ver seu patrão, fazendo a barba de um defunto. Ele era um jovem rapaz e viveria ainda várias situações novas na vida, talvez aquela seria a situação mais desconfortável e antigustiante de sua vida até o momento. O jovem fazia várias perguntas, as quais eram difíceis de responder, uma delas era "Será que ele está nos vendo?".
No final do conto, o barbeiro chama seu ajudante para tomar um pinguinha, aquilo serviria para esquecer um pouco aquela situação desconfortável ao qual ele havia passado.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Ana Luísa Mendes

avatar

Mensagens : 29
Data de inscrição : 07/04/2015

MensagemAssunto: Re: Fazendo a Barba - Luiz Vilela    Seg Abr 13, 2015 1:04 pm

No conto "Fazendo a Barba" de Luiz Vilela, o ajudante do barbeiro achava muito esquisito fazer a barba de um morto, fazia assim, várias perguntas ao barbeiro como "Por que a gente morre?", o barbeiro abalado com as perguntas do rapazinho, que parecia muito desconfortável com a morte, o convida para tomar uma pinguinha, acreditando que o rapaz iria se distrair e esqueceria o ocorrido.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Maria Eduarda

avatar

Mensagens : 31
Data de inscrição : 07/04/2015

MensagemAssunto: Re: Fazendo a Barba - Luiz Vilela    Seg Abr 13, 2015 1:17 pm

No conto de Luiz Vilela, Fazendo a Barba, o autor relata um acontecimento, onde um jovem ajudante e um barbeiro fazem a barba de um morto. Diante da situação, o ajudante se sente desconfortável, de tal modo que fazia várias perguntas ao seu patrão, que muitas vezes difíceis de se responderem. No final do ocorrido, seu patrão o chama para tomar um dose de pinga, o que ajudaria a esquecer o que tinha sido vivido a pouco instantes.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Victor Valadares

avatar

Mensagens : 21
Data de inscrição : 13/04/2015
Idade : 16
Localização : Na minha Casa

MensagemAssunto: Re: Fazendo a Barba - Luiz Vilela    Seg Abr 13, 2015 1:27 pm

No conto "Fazendo a Barba" de Luiz Vilela, o ajudante do barbeiro, por ser muito novo, achava muito estranho fazer a barba de um morto e, passava-se na sua cabeça perguntas de como e para que fazer a barba de um morto, e o barbeiro confuso pelas perguntas feitas pelo rapaz o convida para beber uma pinga para se distrair e esquecer oque ocorreu.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://www.orkut.com.br
Virgínia Araújo



Mensagens : 31
Data de inscrição : 13/04/2015

MensagemAssunto: Re: Fazendo a Barba - Luiz Vilela    Seg Abr 13, 2015 2:16 pm

No conto "Fazendo a Barba" de Luiz Vilela, o ajudante do barbeiro se sente desconfortável por estar ajudando a fazer a barba de um morto, e, durante o trabalho, faz várias perguntas ao patrão, que acaba ficando pensativo e convida o garoto para beber e se esquqcer um pouco do que aconteceu.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Júlia Faria



Mensagens : 29
Data de inscrição : 07/04/2015
Idade : 17

MensagemAssunto: Re: Fazendo a Barba - Luiz Vilela    Ter Abr 14, 2015 12:20 pm

No conto ''Fazendo a Barba'' de Luiz Vilela,abrange um assunto realmente desconfortável: a morte.
O autor cria um cenário onde o barbeiro e seu ajudante fazem a barba de um morto,criando um grande desconforto.Assustado faz varias perguntas:''Porque a gente tem que morrer?'', ''Será que ele está vendo a gente de algum lugar?'',perguntas que leva a expressar o nervosismo.
Ao acabar o serviço o barbeiro chama seu ajudante para beber uma pinguinha para romper o nervosismo e a tensão.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Rafael Diniz



Mensagens : 17
Data de inscrição : 08/04/2015

MensagemAssunto: Re: Fazendo a Barba - Luiz Vilela    Ter Abr 14, 2015 7:19 pm

O conto "Fazendo a Barba de Luiz Vilela, aborda um assunto perturbador por ser uma coisa incompreensível, a morte. Um barbeiro junto a seu ajudante, fazia a barba de um defunto até que o jovem começou a questionar várias coisas sobre a morte, essas perguntas causavam um stress nas personagens.
Ao final do conto, o barbeiro convida seu ajudante para beber pinga e esquecer de todos os seus problemas e indagações.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Guilherme Moreira

avatar

Mensagens : 29
Data de inscrição : 13/04/2015

MensagemAssunto: Re: Fazendo a Barba - Luiz Vilela    Ter Abr 14, 2015 9:11 pm

No conto "Fazendo a Barba de Luiz Vilela , o ajudante do barbeiro , se sente inseguro pelo fato de fazer a barba de um morto , ao mesmo tempo conversando com o barbeiro sobre tal assunto : a morte. O barbeiro logo ao terminar a barba do morto , levou o seu ajudante para um bar .Ao levar seu ajudante ao bar , possivelmente o barbeiro queria retirar da sua cabeça aquela conversa entre os dois , pois as perguntas de seu ajudante mexeram com sua cabeça .
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Thais



Mensagens : 29
Data de inscrição : 13/04/2015

MensagemAssunto: Re: Fazendo a Barba - Luiz Vilela    Qua Abr 15, 2015 4:18 pm

No conto "Fazendo a barba" de Luiz Vilela, o autor revela um acontecimento não muito agradavel para o barbeiro e seu ajudante. O fato de estarem fazendo a barba de um morto tal fato mosta bastante insegurança e desconforto para tal personagem, com forme o barbeiro foi ajeitando as coisas para começar seu trabalho seu ajudante começou a abordar questionarios sobre tal coisa, a morte.Os dois servisais acabam ficando muito pensativos e então resolvem irem para um bar, beber um pouco e tirar toda aquela tensa e amedrontativa conversa de suas cabeças.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Amanda Tavares



Mensagens : 29
Data de inscrição : 15/04/2015

MensagemAssunto: Re: Fazendo a Barba - Luiz Vilela    Qui Abr 16, 2015 5:25 pm

No conto "Fazendo a Barba" de Luiz Vilela , apresenta dois inoscentes barbeiros , mas um era apenas um ajudante, novo ainda , com pouca esperiencia. Então chegara um novo serviço aos dois : fazer a barba de um homem morto, o garoto ajudante fica um pouco incomodado com a situação se sentindo um pouco receioso como tal coisa. Mas conforme o trabalho fora andando os dois servisais começaram a conversar sobre o assunto tão indelicado, mas tal conversa mecheram com suas cabeças e então foram ao um bar para destrair, e esquecer tudo por pelo menos aquele momento
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Lucas Trindade



Mensagens : 27
Data de inscrição : 07/04/2015

MensagemAssunto: Re: Fazendo a Barba - Luiz Vilela    Sab Abr 18, 2015 1:17 pm

No conto "Fazendo a Barba", de Luiz Vilela, o barbeiro e seu ajudante, um menino novo, fazem a barba de um morto, o menino parecia se sentir desconfortável com a morte, a partir desse momento surgiram várias dúvidas sobre a vida e a morte, porém o barbeiro não tinha todas as respostas para todas aquelas perguntas de seu ajudante. Ao fim do trabalho, o barbeiro convida seu ajudante para beber, sendo assim os dois entram em um bar. Essa foi a forma encontrada pelo barbeiro para esquecer e para que o ajudante fizesse o mesmo com aquilo que ambos acabara de vivenciar.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Giovanna Soares



Mensagens : 29
Data de inscrição : 13/04/2015

MensagemAssunto: Re: Fazendo a Barba - Luiz Vilela    Dom Abr 19, 2015 12:46 pm

O conto "Fazendo a barba" de Luiz Vilela, o ajudante do barbeiro achava muito estranho o fato do barbeiro fazer a barba de um defunto. Aquela situação para ele era bastante desconfortável, e fazia várias perguntas, as quais não eram fáceis de serem respondidas.
No final do conto o barbeiro convida o seu ajudante para beber uma pinguinha, talvez assim seria fácil fazer com que ele esquecesse daquela situação desagradável.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Gabrielle Winkelstroter



Mensagens : 29
Data de inscrição : 11/04/2015

MensagemAssunto: Re: Fazendo a Barba - Luiz Vilela    Ter Abr 21, 2015 1:40 pm

Luiz Vilela, autor de Fazendo a Barba, nos quis passar um fato difícil de ser falado por nós: a morte. Tanto é que, o rapaz do conto demonstra estranheza ao falar sobre o assunto.
Ao final, quando o barbeiro e o rapaz resolvem ir á um boteco, revela o cuidado do autor em tentar deixar transparecer um texto mais real, se preocupando em retratar o cotidiano das pessoas.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Lara Xavier

avatar

Mensagens : 22
Data de inscrição : 10/04/2015

MensagemAssunto: Re: Fazendo a Barba - Luiz Vilela    Sex Abr 24, 2015 7:08 pm

O personagem no conto “Fazendo a Barba”, de Luiz Vilela, ajuda um barbeiro a fazer a barba de um morto. O menino parecia estar desconfortável e incomodado com a morte.
Durante o trabalho os dois começam a debater o assunto, gerando varias duvidas sobre a vida e a morte. Ao fim do trabalho foram em um bar para relaxar e esquecer daquela situação desagradável.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Lucas Arruda



Mensagens : 22
Data de inscrição : 22/04/2015

MensagemAssunto: Re: Fazendo a Barba - Luiz Vilela    Sab Abr 25, 2015 6:09 pm

O conto " Fazendo a Barba " de Luiz Vilela, mostra como as pessoas ficam inquietas, curiosas e desconfortáveis próximas a morte, talvez porque seja algo que não entendemos, algo que nos assusta por não sabermos o que vem depois, a partir de um barbeiro que fazia a barba de um morto, seu ajudante, um menino mais novo, não acostumado com a presença da morte, fica desconfortável e faz muitas perguntas ao barbeiro. No final, o barbeiro pergunta se o garoto queria uma pinga, convidou para ver se o menino esquecia daquele momento desagradável e talvez o próprio barbeiro também queria esquecer.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Otávio Maia



Mensagens : 33
Data de inscrição : 16/04/2015

MensagemAssunto: Re: Fazendo a Barba - Luiz Vilela    Seg Abr 27, 2015 6:55 pm

No conto Fazendo a Barba de Luiz Vilela o ajudante do barbeiro, um garotinho, fica nervoso pelo fato de fazer a barba de um morto, e fica questionando o barbeiro sobre o assunto, o barbeiro faz o convite de beber uma pinguinha para aliviar a tensão, relaxar um pouco.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Otávio Maia



Mensagens : 33
Data de inscrição : 16/04/2015

MensagemAssunto: Re: Fazendo a Barba - Luiz Vilela    Seg Abr 27, 2015 6:56 pm

No conto Fazendo a Barba de Luiz Vilela   o ajudante do barbeiro, um garotinho, fica nervoso pelo fato de fazer a barba de um morto, e fica questionando o barbeiro sobre o assunto, o barbeiro faz o convite de beber uma pinguinha  para aliviar a tensão, relaxar um pouco.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Vitor Lessa



Mensagens : 28
Data de inscrição : 13/04/2015

MensagemAssunto: Re: Fazendo a Barba - Luiz Vilela    Ter Abr 28, 2015 3:15 pm

No conto "Fazendo a Barba" Luiz Vilela, um barbeiro e seu ajudante estão fazendo a barba de um defunto, e o ajudante se sente desconfortável em fazer a barba deste e para descontrair o ajudante o barbeiro começa a conversar com ele sobre a morte, e depois de acabarem o serviço eles foram tomas uma bebida para acalmar os nervos.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Conteúdo patrocinado




MensagemAssunto: Re: Fazendo a Barba - Luiz Vilela    

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
Fazendo a Barba - Luiz Vilela
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 1 de 2Ir à página : 1, 2  Seguinte
 Tópicos similares
-
» Feliz aniversário BARBA
» BRASIL - CAMINHOS DE FERRO: A ESTAÇÃO DE SÃO LUIZ GONZAGA - RS - 1943!!!
» "FSX" Aproximação Namumanga, com Duke Turbine
» [Brasil] Piloto vive em castelo medieval no interior de São Paulo
» Overclock em GTS 450

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
Literatura CNEC :: Os Cem Melhores Contos Brasileiros do Século-
Ir para: