Literatura CNEC

Fórum destinado à discussão de obras literárias. O objetivo deste fórum, além disso, é substituir a avaliação tradicional, e fomentar reflexões mais profundas.
 
InícioInício  CalendárioCalendário  FAQFAQ  BuscarBuscar  MembrosMembros  GruposGrupos  Registrar-seRegistrar-se  Conectar-se  

Compartilhe | 
 

 Capítulo 1 - Os anos da "pequenice"

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
Ir à página : 1, 2  Seguinte
AutorMensagem
Flávio Machado
Admin
avatar

Mensagens : 86
Data de inscrição : 10/11/2014
Idade : 28

MensagemAssunto: Capítulo 1 - Os anos da "pequenice"   Seg Ago 10, 2015 11:39 am

Citação :
Nos currais do Sobradinho, no debaixo do capotão de meu avô, passei os anos de pequenice, que pai e mãe perdi no gosto do primeiro leite. Como fosse dado a fazer garatujações e desabusado de boca, lá num inverno dos antigos, Simeão coçou a cabeça e estipulou que o neto devia ser doutor de lei:
— Esse menino tem todo o sintoma do povo da política. É invencioneiro e linguarudo.

Faça uma breve descrição da infância de Ponciano de Azeredo Furtado.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://literaturacnec.forumbrasil.net
Luan Alves

avatar

Mensagens : 17
Data de inscrição : 20/04/2015

MensagemAssunto: Re: Capítulo 1 - Os anos da "pequenice"   Qua Ago 12, 2015 6:08 pm

O senhor Ponciano de Azeredo Furtado perdeu os pais em seus primeiros meses de vida e foi, portanto, criado sob a guarda de seu avô, Simeão Azeredo Furtado, na fazenda Sobradinho. Porém, devido às inclinações pela arte da oratória, o velho Simeão estipulou que o pequeno Ponciano deveria passar um período junto à Sinhá Azeredo.
Ponciano aprendeu os fundamentos básicos da leitura com Sinhá Azeredo e foi, involuntariamente, exposto às superstições da prima religiosa.
Meses se passaram até que o jovem Ponciano cedeu às tentações carnais e como punição foi enviado para cidade junto a Sinhá Azeredo onde o mesmo acentuou sua personalidade irreverente, sabendo da fama de seu neto, o senhor Simeão o ingressou no regimento de infantaria visando o aperfeiçoamento da disciplina de Ponciano.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Anna Luiza Monteiro



Mensagens : 23
Data de inscrição : 12/11/2014

MensagemAssunto: Re: Capítulo 1 - Os anos da "pequenice"   Qui Ago 13, 2015 4:15 pm

Ponciano, em seus primeiros meses de vida, ficou órfão, levando-o a ficar sob a guarda de seu avô Simeão. Morou algum tempo no Sobradinho junto a seu avô, e, mais tarde foi levado para o "Sossego", sob cuidados da beata prima Sinhá Azeredo, que surpreende Ponciano em "ato de sem-vergonhisse" com uma mulatinha, o que o faz ir morar na rua da Jaca, para estudar. Porém, o jovem cai na "vadiagem" e apaixona-se por uma jovem chamada Branca dos Anjos. Com a morte da prima beata, Ponciano é guardado por Francisquinha, uma negra de posse do seu avô.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
João Vitor Valadares



Mensagens : 29
Data de inscrição : 11/11/2014
Idade : 18

MensagemAssunto: Re: Capítulo 1 - Os anos da "pequenice"   Qui Ago 13, 2015 6:29 pm

Ponciano de Azeredo Furtado cresceu no Sobradinho, sendo criado pelo seu avô Simeão, pois perdera os pais com poucos meses de vida. Simeão estipulou que o neto seria doutor de lei, e para ter conhecimento Ponciano foi mandado para a prima Sinhá Azeredo num lugar chamado Sossego. Sinhá Azeredo era muito religiosa, passou todo seu conhecimento de religião para Ponciano. Os dias de Sossego de Ponciano acabaram quando ele foi pego de "sem-vergonhismo" com uma garota pardavasca. Repreendido pelo avô, Ponciano foi mandado com a prima Sinhá Azeredo para a cidade Campos dos Goitacazes para uma escola de frades. Nada adiantou, pois Ponciano vivia na "vadiagem".
A prima Sinhá Azeredo adoeceu e faleceu. Simeão mandou a negra Francisquinha para cuidar de Ponciano.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Lucas Souza



Mensagens : 29
Data de inscrição : 14/11/2014

MensagemAssunto: Re: Capítulo 1 - Os anos da "pequenice"   Qui Ago 13, 2015 7:17 pm

O Coronel Ponciano de Azeredo Furtado ficou órfão muito cedo e assim, acabou sendo criado pelo avô Simeão. Ainda cedo, o avô de Ponciano via no menino um potencial para homem do ramo político, já que era invencioneiro e linguarudo, e acabou mandando o neto para viver com a prima Sinhá Azeredo num local chamado Sossego, com o principal objetivo de aprimorar tais inclinações de nascença. Porém, os dias de Ponciano no Sossego terminaram quando foi pego com uma pardavasquinha em atos de ''sem-vergonhismo'' e com isso, foi obrigado a se mudar com a prima para a cidade de Campos dos Goitacazes, mais especificamente, para uma chácara na Rua da Jaca. O menino iniciou estudos numa escola dos frades, porém aproveitando da ocupação da Sinhá Azeredo com as orações e de Simeão no pasto do Sobradinho,  vivia ''vadiando''.
Após a morte da prima Sinhá Azeredo, Simeão enviou uma negra de confiança chamada Francisquinha para cuidar de seu neto.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
LauraAlbuquerque02



Mensagens : 9
Data de inscrição : 13/08/2015

MensagemAssunto: Re: Capítulo 1 - Os anos da "pequenice"   Qui Ago 13, 2015 7:30 pm

Devido ao fato do coronel Ponciano de Azeredo Furtado ter perdido seus pais muito cedo, seu avô Simeão, sempre proporcionou o melhor para o neto, primeiramente cuidou dele até que tomasse uma idade ideal para aprender, que foi quando o enviou para a prima Sinhá que por sinal era muito religiosa e que passaria seus aprendizados a ele. Porém ao conhecer a vida, com o passar do tempo Ponciano foi mudando, e seus dias de sossego acabaram quando foi pego com uma garota. A partir dai Ponciano se mudou com a prima para a cidade que apenas lhe deu mais chances para sair e se divertir. Quando a prima faleceu, Simeão resolveu enviar uma negra que era de sua confiança para a cidade, com o intuito de que ela cuidasse de seu neto.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Alice Alves



Mensagens : 29
Data de inscrição : 12/11/2014

MensagemAssunto: Re: Capítulo 1 - Os anos da "pequenice"   Qui Ago 13, 2015 7:59 pm

Ponciano de Azeredo Furtado, perdeu seus pais bem na sua infância, e foi criado por Simeão, seu avô. Mais tarde foi levado aos cuidados de Sinhá Azeredo em um lugar chamado Sossego, para que ela por ser muito religiosa passasse todo o seu conhecimento a Ponciano. Mas os dias de sossego de Ponciano acabaram e ele foi surpreendido em “ato de sem-vergonhisse” com uma garota. Repreendido, foi mandado para a cidade de Campos dos Goitacazes, porém ele cai na “vadiagem”. Com a morte de Sinhá Azeredo, Simeão enviou uma negra de confiança chamada Francisquinha para cuidar de seu neto.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Maria Amélia



Mensagens : 29
Data de inscrição : 21/11/2014

MensagemAssunto: Re: Capítulo 1 - Os anos da "pequenice"   Sex Ago 14, 2015 12:19 am

Ponciano foi criado pelo seu avô Simeão devido ao fato de ter perdido os pais quando ainda era muito novo. Simeão levou o neto para morar com a prima Sinhá Azeredo para que ele pudesse aprender os fundamentos básicos da leitura. Porém o jovem conheceu o caminho da "sem-vergonhice" e foi enviado para a cidade junto com a prima para que ele pudesse ingressar no regime de infantaria e assim melhorar seu comportamento.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Eduarda Araújo



Mensagens : 25
Data de inscrição : 13/11/2014

MensagemAssunto: Re: Capítulo 1 - Os anos da "pequenice"   Sex Ago 14, 2015 12:42 pm

Ponciano de Azevedo Furtado perdeu seus pais quando ainda era muito novo e por isso foi criado pelo avô Simeão,que enxerga no neto "todo o sintoma do povo da política",pois o menino era invencioneiro e linguarudo,"desabusado da boca".Simeão deixa o menino aos cuidados de Sinhá Azeredo para que ela passasse seus conhecimentos a ele.Ponciano cresce num lugar chamado Sossego e acaba caindo na ''vadiagem'' o que faz com que ele seja mandado para a cidade junto com a velha Francisquinha(uma negra de confiança) para que ele melhore seu comportamento.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Maria Luiza



Mensagens : 29
Data de inscrição : 26/11/2014

MensagemAssunto: Re: Capítulo 1 - Os anos da "pequenice"   Sex Ago 14, 2015 7:58 pm

O Coronel Ponciano de Azeredo Furtado ficou órfão quando ainda era bebê, foi criado pelo seu avô Simeão. Quando já tinha idade suficiente pra aprender, o avô enviou o neto para a sua prima Sinhá Azeredo para que ela o enzinasse os fundamentos básicos da leitura. Os dias de Ponciano no Sossego terminaram quando foi pego com uma mulatinha, então ele se mudou com sua prima para a cidade. Quando a prima morreu, com o intuito de que cuidasse de seu neto, o avô Simeão enviou uma negra de sua confiança para a cidade.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Daniana L. Pereira



Mensagens : 4
Data de inscrição : 12/08/2015

MensagemAssunto: Re: Capítulo 1 - Os anos da "pequenice"   Sab Ago 15, 2015 11:10 am

Ponciano de Azeredo Furtado, perdera os pais com poucos meses de vida, sendo assim criado pelo avô Simeão, que enxergava no neto "todo sintoma do povo político", pois o menino era invencioneiro e linguarudo, "desabusado da boca". Simeão deixa o menino aos cuidados de Sinhá Azeredo, velha solteirona. Ponciano cresce num lugar chamado sossego, nos ermos, onde havia "algazarra de lobisomem". A tia beata, surpreende o menino em "delito de sem vergonhismo" com uma mulatinha. No Sobradinho, a fazenda do avô, fica de castigo. Vai estudar em Campos, morando na rua da Jaca, mas ao invés de estudar, prefere vadiagens e capetagens. Quando Ponciano faz 15 anos, tia tia adoece e morre. A velha Fancisquinha, também posse de Simeão, vai cuidar do menino.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Laura Alves



Mensagens : 29
Data de inscrição : 20/11/2014

MensagemAssunto: Re: Capítulo 1 - Os anos da "pequenice"   Sab Ago 15, 2015 11:20 am

Ponciano de Azeredo Furtado perdeu os mais quando ainda tinha pouco meses de vida e foi criado por seu avô, Simeão. Simeão acreditava que o neto tinha 'sintoma do povo político' e então decidiu que ele deveria passar um tempo com sua prima Sinhá, que era religiosa e passaria ensinamentos a ele. Mais tarde, com a morte dela, Simeão mandou Francisquinha para a cidade com Ponciano, para que cuidasse dele
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Laura Alves



Mensagens : 29
Data de inscrição : 20/11/2014

MensagemAssunto: Re: Capítulo 1 - Os anos da "pequenice"   Sab Ago 15, 2015 11:23 am

Ponciano de Azeredo Furtado perdeu os pais quando ainda tinha pouco meses de vida e foi criado por seu avô, Simeão. Simeão acreditava que o neto tinha 'sintoma do povo político' e então decidiu que ele deveria passar um tempo com sua prima Sinhá, que era religiosa e passaria ensinamentos a ele. Mais tarde, com a morte dela, Simeão mandou Francisquinha para a cidade com Ponciano, para que cuidasse dele.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Letícia Sousa



Mensagens : 29
Data de inscrição : 13/11/2014

MensagemAssunto: Re: Capítulo 1 - Os anos da "pequenice"   Sab Ago 15, 2015 3:14 pm

Ponciano de Azeredo Furtado foi criado por Simeão, seu avô, em decorrência de ter ficado órfão com poucos meses de vida.
Mais tarde foi mandado para Sossego, morando com Sinhá Azeredo, aprendendo com ela a ser muito religioso. Porém, Ponciano cai em "atos de sem-vergonhice" com uma mulata, e acaba indo para a cidade com Francisquinha,a pedidos de Simeão, para que ele melhore seu comportamento.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
João Vítor Xavier



Mensagens : 27
Data de inscrição : 24/11/2014

MensagemAssunto: Re: Capítulo 1 - Os anos da "pequenice"   Sab Ago 15, 2015 6:29 pm

Devido a perda de seus pais muito cedo em sua vida, Ponciano foi criado por seu avô Simeão morando algum tempo no Sobradinho onde seu avô descobriu a facilidade de Ponciano pela arte da oratória.
Mais tarde foi para "Sossego" por vontade de seu avô para receber educação, sendo exposto as crenças da prima. Ele é pego em um ato de sem-vergonhice pela prima e é enviado pela cidade para ficar sob os cuidados da Francisquinha uma negra de confiança de seu avô que havia sido alertada sobre a personalidade de Ponciano, mas logo Ponciano descobre um jeito de continuar sua vadiagem.
Sob ordens de seu avô Ponciano ingressa no serviço militar.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Rafaela Arruda



Mensagens : 20
Data de inscrição : 20/04/2015

MensagemAssunto: Re: Capítulo 1 - Os anos da "pequenice"   Sab Ago 15, 2015 9:59 pm

Ponciano, quando ainda jovem, perdeu os país ficando sob a guarda de seu avô Simeão na fazenda Sobradinho. Ainda novo, seu avô acreditava que Ponciano seria um bom político, o que o fez mandar o coronel viver com a prima beata, Sinhá Azeredo, que acabou por fazer Ponciano crer em fantasmas e outras crenças da prima. Após ser pego em atos de "sem-vergonhisse" foi mandado para morar sob os cuidados de Francisquinha, para receber uma maior educação. Devido ao título de seu avô, Ponciano engata no ramo militar.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Vitor Hugo



Mensagens : 27
Data de inscrição : 25/11/2014

MensagemAssunto: Re: Capítulo 1 - Os anos da "pequenice"   Sab Ago 15, 2015 11:16 pm

Ponciano passou sua infância criado pelo avô, devido a morte de seus pais. Desde pequeno seu avô logo percebeu que ele tinha o dom da oratória, por isso seu avô fez questão que ele tivesse uma boa educação e o mandou para "Sossego", porém ele se rendeu as tentações e a vadiagem e foi mandado para a cidade aos cuidados de Francisquinha.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Lidia Silva



Mensagens : 4
Data de inscrição : 15/08/2015

MensagemAssunto: Re: Capítulo 1 - Os anos da "pequenice"   Sab Ago 15, 2015 11:32 pm

Ponciano perdeu os pais quando ainda era muito novo e foi criado pelo seu avô Simeão,morou algum tempo com seu avô no sobradinho mais logo foi para a cidade por causa de seu ato de pouca vergonha para ficar sob os cuidados da Francisquinha uma empregada de inteira confiança de seu avô,desde pequeno ponciano levava jeito com as palavras tinha o poder da oratória.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Laura Arruda



Mensagens : 26
Data de inscrição : 15/11/2014

MensagemAssunto: Re: Capítulo 1 - Os anos da "pequenice"   Dom Ago 16, 2015 9:02 am

Ponciano foi criado pelo seu avô Simeão, porque ficou órfão quando era muito novo. Ele morou em Sobradinho até que foi mandado para viver com uma prima para receber uma educação de maior qualidade, já que seu avô acreditava que ele devia ser político.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Bruna Lemos



Mensagens : 7
Data de inscrição : 16/08/2015

MensagemAssunto: Re: Capítulo 1 - Os anos da "pequenice"   Dom Ago 16, 2015 9:03 am

Ponciano de Azevedo Furtado foi ciado pelo seu avô Simeão, devido à perda de seus pais nos seus primeiros meses de vida. Simeão enxergava no neto "todo sintoma do povo político", então resolveu levar o neto para a sua prima Sinhá Azevedo. Os dias de Ponciano por lado terminou quando foi pego com uma mulatinha, então ele se mudou com sua prima para a cidade, para a casa de Francisquinha para que ele melhore os seus comportamentos.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Luiza Rodrigues



Mensagens : 18
Data de inscrição : 13/11/2014

MensagemAssunto: Re: Capítulo 1 - Os anos da "pequenice"   Dom Ago 16, 2015 11:33 am

Ponciano de Azeredo Furtado foi criado pelo avô Simeão,por ter perdido seus pais ainda com poucos meses de vida.
Na adolescência foi mandado pelo avô,para a casa de Sinhá Azeredo,para que ela o ensinasse leitura.Sinhá Azeredo pega Ponciano em ato de sem-vergonhice com uma mulata.Com a morte de Sinhá Azeredo,Ponciano fica sob os cuidados de Francisquinha,a pedido de Simeão.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Giovanni Avelar



Mensagens : 27
Data de inscrição : 12/11/2014

MensagemAssunto: Re: Capítulo 1 - Os anos da "pequenice"   Dom Ago 16, 2015 1:11 pm

Era ainda um pequeno menino quando Ponciano de Azeredo Furtado perdeu seus pais e, consequentemente, foi criado por seu avô Simeão em sua fazenda,Sobradinho.Contudo sua estadia não foi das mais longas, pois logo foi enviado à um colégio na cidade para aprender a arte da oratória e instrução em letras, porém, devido à sua personalidade galante e mulherengo, dedicava seu tempo à
moulin rouges e mulheres.E assim passou sua juventude até receber a noticia da morte de seu avô e da resultante responsabilidade que teria que assumir apartir dali.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Vitor Rocha



Mensagens : 29
Data de inscrição : 18/11/2014

MensagemAssunto: Re: Capítulo 1 - Os anos da "pequenice"   Dom Ago 16, 2015 1:29 pm

Ponciano foi criado pelo avô Simeão, pelo fato de ter perdido seus pais quando era pequeno. Seu avô descobriu sua caracteristica de se dar bem com as palavras e á apitidão ao discurso. Assim simeão mando Ponciano morar com sua prima, para dar educacão ao garoto. Por ela ser bastante religiosa, Ponciano acabou herdando essa caracteristica. O garoto acaba caindo na variagem e se enrola com uma negrinha . Com isso seu avô o manda morar com Fransinquinha, pessoa de confiança, para que Ponciano melhorasse seu comportamento, porem a tentativa foi envão.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Ana Luísa Nicoli



Mensagens : 4
Data de inscrição : 16/08/2015

MensagemAssunto: Re: Capítulo 1 - Os anos da "pequenice"   Dom Ago 16, 2015 1:36 pm

o Coronel Ponciano foi criado pelo seu avô Simeão, pois ficou órfão enquanto era um bebê. O seu avó Simeão acreditava que ele tinha sintoma de político pois falava muito, e muito bem. Simeão deixa Ponciano nos cuidados de Sinhá e ele passa a viver em um local chamado sossego para receber educação, logo ele começa com uma vida de vadiagem. Ele se ingressa no serviço militar pelas ordens de seu avó.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Victor Arruda



Mensagens : 26
Data de inscrição : 20/11/2014

MensagemAssunto: Re: Capítulo 1 - Os anos da "pequenice"   Dom Ago 16, 2015 3:10 pm

Ponciano de Azeredo Furtado perdeu os pais pouco tempo apos o seu nascimento foi criado pelo seu avô, Simeão Azeredo Furtado, no Sobradinho que logo mais foi enviado ''Sossego" nos cuidados de Sinhá Azeredo onde aprendeu a ser religioso e os fundamentos básicos do estudo.
Pociano cai no ato de vadiagem com uma mulata, e acaba indo para a cidade com Francisquinha.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Conteúdo patrocinado




MensagemAssunto: Re: Capítulo 1 - Os anos da "pequenice"   

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
Capítulo 1 - Os anos da "pequenice"
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 1 de 2Ir à página : 1, 2  Seguinte
 Tópicos similares
-
» Caçador do Vazio - Capítulo - 4 - Irmão Caçador.
» Fic - A Legião - CAPÍTULO 5 POSTADO!
» Capítulo 1 - Os anos da "pequenice"
» A Rainha das Lâminas - Capítulo - 2 - O Véu de Raiva.
» TKCast Leitura de Capítulos #05 - Capítulo 5

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
Literatura CNEC :: O Coronel e o Lobisomem (José Cândido de Carvalho)-
Ir para: