Literatura CNEC

Fórum destinado à discussão de obras literárias. O objetivo deste fórum, além disso, é substituir a avaliação tradicional, e fomentar reflexões mais profundas.
 
InícioInício  CalendárioCalendário  FAQFAQ  BuscarBuscar  MembrosMembros  GruposGrupos  Registrar-seRegistrar-se  Conectar-se  

Compartilhe | 
 

  Um Apólogo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
Ir à página : 1, 2  Seguinte
AutorMensagem
Flávio Machado
Admin
avatar

Mensagens : 86
Data de inscrição : 10/11/2014
Idade : 28

MensagemAssunto: Um Apólogo    Ter Nov 24, 2015 5:02 pm

Apólogo é uma narrativa que busca ilustrar lições de sabedoria ou ética, através do uso de personalidades de índole diversa, imaginárias ou reais, com personagens inanimados. Através do conto "Um Apólogo" e de objetos inanimados, Machado cria a sua fabuleta, incorporando atos humanos, ou desumanos, fazendo a todos enxergarem a condição precária do homem: egoísta, vaidoso, orgulhoso, prepotente.

Parece que a agulha não disse nada; mas um alfinete, de cabeça grande e não menor experiência, murmurou à pobre agulha: — Anda, aprende, tola. Cansas-te em abrir caminho para ela e ela é que vai gozar da vida, enquanto aí ficas na caixinha de costura. Faze como eu, que não abro caminho para ninguém. Onde me espetam, fico. Contei esta história a um professor de melancolia, que me disse, abanando a cabeça: — Também eu tenho servido de agulha a muita linha ordinária!

1. Qual a moral do conto "Um Apólogo"?
2. Faça um pequeno resumo do conto.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://literaturacnec.forumbrasil.net
Marina Campos



Mensagens : 30
Data de inscrição : 14/04/2015

MensagemAssunto: Re: Um Apólogo    Ter Nov 24, 2015 7:12 pm

1- O conto nos faz lembrar de um status muito comum na humanidade, as pessoas acabarem sendo usadas e depois descartadas, e sempre querendo uma ser melhor que a outra, querendo sair por cima.
2- Neste conto são os materiais de costura quem discute a importância e o valor dado as diferentes funções. A discussão começa quando a agulha diz a linha que era ela mais importante, pois era quem abria caminhos. A linha retruca que também os batedores do Imperador abrem o caminho para ele, e nem por isso são mais importantes que o Imperador.
Mas a linha não desiste de querer ser melhor, e diz que é ela quem sempre está entre os dedos da costureira. A linha ainda não desiste também e responde dizendo que, quando o trabalho acaba, a agulha volta para a caixa de costura, enquanto a linha vai ao baile juntamente do vestido. Depois do comentário da linha o alfinete que ali estava, concluiu que esta certo em não abrir caminho pra ninguém : onde o colocam, ele fica. E o conto termina com uma espécie de comparação, que coloca a historia em um contexto de valorização do trabalho dos professores.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Gabrielle Winkelstroter



Mensagens : 29
Data de inscrição : 11/04/2015

MensagemAssunto: Re: Um Apólogo    Qua Nov 25, 2015 2:39 pm

1) O conto retrata situações cotidianas, em que algumas pessoas, representando a linha, aproveitam de outras para benefício próprio, e outras pessoas, representando a agulha, que são meros instrumentos para o sucesso de outros, sem receber nenhum reconhecimento.
2) O conto é um diálogo entre uma agulha e uma linha que discutem sobre a importância de cada uma na costura. A agulha defende que ela vem primeiro, furando o tecido para que a linha possa passar. Já a linha diz que ela permanece no tecido, indo a bailes e recebendo elogios, enquanto a agulha será guardada novamente. Nesse momento, surge o alfinete que aconselha a agulha a ficar quieta e ser como ele, um objeto que fica onde o colocam. Ao final, a narrativa muda de cenário, em que vemos um professor se comparando à agulha.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Bruno Oliveira



Mensagens : 3
Data de inscrição : 25/11/2015

MensagemAssunto: Re: Um Apólogo    Qua Nov 25, 2015 3:33 pm

1- O conto se diz respeito a sociedade, a qual sempre quer contar vantagem e se dizer melhor que o outro.
2- O conto se baseia em dois objetos de costura (agulha e linha) dialogando na casa de uma burguesa. O diálogo dos dois objetos consiste em dizer quem tem mais importância na realização da costura. A agulha, argumenta primeiramente que, ela abre caminho para a linha passar, por isso ela é mais importante. A linha retruca dizendo que os batedores do imperador também abrem caminho para ele, porém, não são mais importantes. Dito isso, a linha argumenta que a costureira só da importância para ela, ali está, entre os dedos apertadinhos da profissional. O último argumento utilizado pela linha é que, depois da costura pronta, a agulha volta pra caixa, enquanto a linha vai aos bailes e recebe elogios.
Ao fim, um professor, o qual estava ouvindo a história, faz uma comparação consigo mesmo á agulha.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Virgínia Araújo



Mensagens : 31
Data de inscrição : 13/04/2015

MensagemAssunto: Re: Um Apólogo    Qua Nov 25, 2015 3:38 pm

1) O conto na verdade é uma discussão sobre a vaidade e a importância e o valor dados a diferentes funções, representados em nosso cotidiano, pois em toda parte há sentimentos de superioridade e inferioridade, em que pessoas são usadas para o sucesso de outras sem reconhecimento. Na minha opinião, devemos ser como os alfinetes, que não abrem espaços para ninguém, mas alcançam seus objetivos.
2) Como dito anteriormente, o conto é uma discussão entre uma linha e uma agulha, no qual uma quer ser mais importante que a outra. Para isso, cada uma defende sua tese, colocando-se em nível superior. O conto termina com um professor se comparando à agulha.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Maria Eduarda

avatar

Mensagens : 31
Data de inscrição : 07/04/2015

MensagemAssunto: Re: Um Apólogo    Qua Nov 25, 2015 5:16 pm

1) O conto retrata situações do dia a dia, onde pessoas "usam" as outras para se dar bem na vida, ter sucesso e reconhecimento. Ninguém é mais importante do que ninguém, há méritos que deve ser reconhecido pelo esforço, pela dedicação. Existem pessoas que se aproveitam da bondade do próximo para ter alta posição na sociedade.
2) O conto retrata uma discussão entre uma linha e uma agulha. Cada uma tem sua opinião, que é defendida ao longo da história sobre qual é mais importante. No final, uma professor que escutava a discussão faz uma comparação de si mesmo em relação a agulha.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Victor Valadares

avatar

Mensagens : 21
Data de inscrição : 13/04/2015
Idade : 16
Localização : Na minha Casa

MensagemAssunto: Re: Um Apólogo    Qui Nov 26, 2015 2:03 pm

1) A moral do conto Um Apólogo de Machado de Assis é que, retrata as situações do dia a dia, e fala especificamente das pessoas que usam as outras para se dar bem na vida e ter sucesso.Mas isso não é correto pois, ninguém é melhor do que ninguém.

2)O conto retrata a discussão de uma agulha e uma linha. Cada uma se sente diferente e tem csua opinião que é defendida ao longe de toda história.

lol! lol! lol!



Muito bom o conto @@@


afro afro afro
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://www.orkut.com.br
Guilherme Moreira

avatar

Mensagens : 29
Data de inscrição : 13/04/2015

MensagemAssunto: Re: Um Apólogo    Sex Nov 27, 2015 3:13 pm

1-A moral do conto Um Apólogo é que ela retrata num sentido figurado justamente o que os humanos passam hoje em dia , onde as pessoas usam umas as outras para se obter o sucesso .
2-O conto , nos mostra uma discussão entre uma linha e uma agulha , onde elas usam seus argumentos para descobrir qual é a mais importante .
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Getúlio Andrade



Mensagens : 30
Data de inscrição : 07/04/2015
Idade : 16

MensagemAssunto: Re: Um Apólogo    Dom Nov 29, 2015 2:41 pm

O conto mostra uma situação dos dias de hoje: quando uma pessoa "usa" a outra, para se dar bem na situação em questão e a pessoa que foi "usada" não ganha nenhum tipo de credito, e até pior, ela as vezes só percebe que foi usada muito tempo depois do acontecimento.
No conto a agulha, representado a pessoa que é "usada", e a linha, representado a pessoa que "usa" outros, discutem para saberem quem é superior ao outro, cada uma usa argumentos para se prevalecer, mas ao final a agulha nota que quando todo o serviço de coser está concluído é ela que volta para a caixinha, e fica guardada esperando outro serviço, enquanto a linha vai para o baile no vestido que a agulha abriu caminho.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Maria Emília Pereira



Mensagens : 26
Data de inscrição : 07/04/2015

MensagemAssunto: Re: Um Apólogo    Seg Nov 30, 2015 2:47 pm

1- O conto "Um Apólogo" retrata uma situação muito comum nos dias atuais, em que as pessoas usam do trabalho alheio e ficam com todos os créditos. Fica expresso nas entrelinhas o desejo de ser superior aos outros, e no final todos temos um papel importante, não conseguimos fazer tudo por nós mesmos, enfim, não é possível viver sozinho.
2- A agulha discute com a linha, reclamando que ela está cheia de si. Segundo ela, sua função era mais importante, já que era quem abria os caminhos. A linha descorda e aponta suas opiniões. Depois de vários comentários, o alfinete conclui que está certo em não abrir caminho pra ninguém, onde o colocam ele fica.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Thais



Mensagens : 29
Data de inscrição : 13/04/2015

MensagemAssunto: Re: Um Apólogo    Seg Nov 30, 2015 3:35 pm

1)O conto "Um Apólogo" retrata de fatos do nosso cotidiano, onde a hipocrisia mais uma vez é vista. Pessoas usam o trabalho alheio para abrirem caminho para o seu próprio reconhecimento , isto é usam pessoas de todo os tipos ou formar para saciar seu ego , e se sentir por um minuto importante , ou mesmo levar créditos por um trabalho que realmente não fez.
2)O conto presencia uma discussão entre uma agulha e a linha , onde descordam do ponto de vista uma das outras. Tendo a grande questão que uma é mais importante que a outra, logo em seguida entra o alfinete concluindo que ele não abre caminho pra ninguém.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Leonardo Amaral

avatar

Mensagens : 21
Data de inscrição : 07/04/2015
Idade : 17

MensagemAssunto: Re: Um Apólogo    Seg Nov 30, 2015 7:01 pm

1- A moral do conto “O Apólogo” é que: Na vida, existe muitas pessoas espertas, que, usam da bondade de outras para se sobressaírem, porém,”quando chegam ao topo”, esquecem que foram ajudadas, passando a menosprezar a pessoa que acolheu-as.

2- O conto, trata de uma agulha e um novelo de linha. Cada uma tentando achar uma maneira de sobressair-se, apontando vantagens próprias ou desvantagens da companheira. As duas ficam um tempo discutindo, até que a costureira chega e a agulha tenta vencer, só que a linha não responde. Quando o vestido fica pronto, o novelo de linha termina a discussão vencendo, pois, no final de tudo, seria ela que acompanharia a baronesa na festa. Fato que demonstra que, a agulha era apenas o meia da linha chegar ao topo.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Amanda Tavares



Mensagens : 29
Data de inscrição : 15/04/2015

MensagemAssunto: Re: Um Apólogo    Ter Dez 01, 2015 3:56 pm

1- O conto fala de um fato muito ocorrido no dia a dia,o qual as pessoas se aproveitam uma das outras para se destacar,usam umas às outras para se sobressaírem para no fim descartar e menosprezar uma pessoa que tanto ajudou.
2- O conto retrata o desentendimento entre uma agulha e uma linha,na qual embora a agulha expressava que sem ela o vestido nunca havia sido feito,a linha joga na cara que ainda sim a agulha voltaria para a caixa,enquanto ela estaria no vestido que frequentaria os salões da alta sociedade.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Breno Ferreira



Mensagens : 8
Data de inscrição : 07/04/2015

MensagemAssunto: Re: Um Apólogo    Ter Dez 01, 2015 10:31 pm

1-O conto fala sobre um acontecimento cotidiano onde algumas pessoas,usam as outras para ser melhor que as outras,e menosprezar a pessoa que ajudou ela.
2- O conto,fala sobre a história de uma linha e uma agulha onde uma se acha mais importante que a outra,e discordam do ponto de vista uma da outra.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Alice Castro



Mensagens : 29
Data de inscrição : 11/04/2015
Idade : 16

MensagemAssunto: Re: Um Apólogo    Qua Dez 02, 2015 12:26 pm

1- O conto retrata fatos do nosso cotidiano, onde algumas pessoas "espertas" usam outras para se sobressaírem, e quando alcançam seus devidos objetivos esquecem que não teriam conseguido nada sem a ajuda daquelas.

2-O conto é constituído de uma agulha e uma linha, no qual as duas usam argumentos para descobrir quem é mais importante.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Júlia Maciel

avatar

Mensagens : 20
Data de inscrição : 09/04/2015
Idade : 17

MensagemAssunto: Re: Um Apólogo    Qua Dez 02, 2015 1:48 pm

1- O conto, apesar de ser um apólogo, retrata uma situação injusta que presenciamos muitas vezes, em que algumas pessoas se aproveitam e levam vantagem sobre outras, como ocorreu entre a agulha e a linha. A moral do conto, retratada na fala do alfinete, é que não devemos ''abrir caminhos'' para as pessoas que não reconhecem o nosso esforço.
2- O conto retrata um diálogo entre uma agulha e uma linha, em que cada uma se julga mais importante que a outra. De acordo com a agulha, esta é mais importante porque é quem se encaixa nos dedos da costureira e abre caminho para a outra. Ao final do costura, porém, o novelo de linha acaba vencendo, pois vai à festa com a baronesa enquanto a agulha volta para a caixa. O conto termina com um professor ouvindo a história de um aluno e se comparando à agulha.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Júlia Faria



Mensagens : 29
Data de inscrição : 07/04/2015
Idade : 16

MensagemAssunto: Re: Um Apólogo    Qua Dez 02, 2015 2:04 pm

1-O conto retrata a sociedade na qual vivemos atualmente,onde as pessoas querem ser sempre superiores.''Usam'' delas a boa vontade depois ''descartam''.
2-O conto relata uma pequena história de ciumes e vaidade entre a agulha e a linha onde uma tenta mostrar superior a outra, onde a agulha tenta provocar a linha e começa então uma discussão.O conto termina com uma bela lição de moral:''Contei esta história a um professor de melancolia,que então me disse,abanando a cabeça:Também tenho servido de agulha a muita linha ordinária!''
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Kaio Rodrigues

avatar

Mensagens : 17
Data de inscrição : 22/04/2015
Idade : 16

MensagemAssunto: Re: Um Apólogo    Qua Dez 02, 2015 3:47 pm

1) Nesse conto retrata uma situação "preocupante" dos dias de hoje que é uma pessoa usar a outra para sair por cima, se dar bem, já a pessoa que foi usada não se da nada bem, nem crédito chega a receber e quando percebe todo o acontecimento já é tarde demais...
2) O conto é um diálogo entre uma linha e uma agulha, cada objeto com seu argumento diferente, e ambos (objetos) os defendendo (argumentos). Ao final do conto, o professor que escutou a discussão por completa se comparou com a agulha.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Ana Luísa Mendes

avatar

Mensagens : 29
Data de inscrição : 07/04/2015

MensagemAssunto: Re: Um Apólogo    Qua Dez 02, 2015 7:28 pm

1- A moral do conto "Um Apólogo" é: que na busca por "status", as pessoas acabam sendo usadas e depois descartadas.

2- O conto narra o desentendimento entre uma agulha e uma linha.
A primeira vangloriava-se por ser responsável pela abertura do caminho para a segunda. Tudo isso ocorre enquanto a costureira ia preparando o vestido de uma baronesa.
No final, com a ida da nobre para a festa, a linha joga na cara que, se a agulha abrira caminho, agora iria voltar para a caixa de costura, enquanto o fio iria no vestido frequentar os salões da alta sociedade.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Augusto Vilela



Mensagens : 29
Data de inscrição : 07/04/2015
Idade : 16
Localização : Abaeté-MG

MensagemAssunto: Re: Um Apólogo    Qui Dez 03, 2015 2:53 pm

1) A moral da história é transmitida através do papel da agulha e da linha, no qual a primeira vai guiando a outra, abrindo passagem, mostrando o caminho, para no final a linha levar a vantagem, no caso ir ao baile. Isso acontece muito nos dias atuais, pessoas aproveitadoras.

2) "Um Apólogo" é um conto que mostra o diálogo entre uma agulha e uma linha, ambas com seus argumentos de defesa dizendo uma ser melhor que a outra. A linha fala, que ela é quem mostra o caminho, que guia, que comanda a agulha, mas a outra, só calada. Pode-se perceber a malícia da linha em algumas passagens do conto. No final, a linha leva a melhor por ter ido ao baile e um alfinete aparece para consolar a agulha, dizendo para não abrir caminho para ninguém.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
DaviZaidan



Mensagens : 12
Data de inscrição : 09/08/2015

MensagemAssunto: Re: Um Apólogo    Qui Dez 03, 2015 3:08 pm

1- O conto retrata situações cotidianas, onde muitas pessoas se aproveitam de outras para se sobressaírem e quando alcançam seus objetivos menosprezam quem a tanto lhe ajudou.
2- O conto retrata um diálogo entre uma agulha e uma linha, em que cada uma se julga mais importante que a outra. A agulha argumenta primeiramente que, ela abre caminho para a linha passar, por isso ela é mais importante. Alinha acaba levando vantagem dizendo que, quando o trabalho acaba, a agulha volta para a caixa de costura, enquanto a linha vai ao baile juntamente do vestido. O conto termina com um professor se comparando à agulha.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Otávio Maia



Mensagens : 33
Data de inscrição : 16/04/2015

MensagemAssunto: Re: Um Apólogo    Qui Dez 03, 2015 5:09 pm

1 A moral do conto “O Apólogo” e que tem muitas pessoas que usam uma das outras para se sobressair. Percebemos essa afirmação na seguinte frase:
— Também eu tenho servido de agulha a muita linha ordinária!
2 O conto, conta a historia de uma agulha e um novelo de linha conversando sobre quem era melhor que o outro, cada um usando argumentos para mostrar quem sobressai. No final do conto quando o vestido fica pronto a linha ''ganha'' a discussão, pois ela que fica sendo parte do vestido, e a agulha foi so um meio para que ela chegasse ate lá.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Giovanna Soares



Mensagens : 29
Data de inscrição : 13/04/2015

MensagemAssunto: Re: Um Apólogo    Qui Dez 03, 2015 6:33 pm

1-A moral do conto é mostrar o que é comum nos dias atuais, as pessoas usam as outras para se darem bem, e quando conseguem chegar aonde queriam, esquecem das pessoas que estiveram ao seu lado.
2- O conto retrata a história de uma linha e uma agulha, que brigam para saber qual é melhor. Uma apontando o defeito da outra e tentando ser a "superior". No final do conto, o professor fez a comparação de si mesmo em relação a agulha.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Jorge Henrique

avatar

Mensagens : 24
Data de inscrição : 08/04/2015

MensagemAssunto: Re: Um Apólogo    Qui Dez 03, 2015 7:02 pm

1 - A moral do conto "Um Apólogo" é: Existem pessoas que usufruem da ajuda de outros para se sobressair e esquecem-se dos que lhe prestaram ajuda.

2 - O conto se passa em uma casa de costura, onde temos uma agulha e uma linha. Elas discutem, tentando se impor uma à outra, através de argumentos favoráveis a si mesmas ou desfavoráveis a outra. A costureira chega e começa a coser um vestido para um baile. A agulha continua com a discussão, enquanto a linha permanece calada. Ao terminar o vestido, a agulha volta para a caixa de agulhas e a linha acompanha a baronesa até o baile, fazendo desta a vencedora da discussão e a que havia utilizado a agulha como meio de se sobressair.


Última edição por Jorge Henrique em Qui Dez 03, 2015 7:04 pm, editado 1 vez(es) (Razão : Erros de concordância verbal e nominal que passaram despercebidos.)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Camila Oliveira



Mensagens : 27
Data de inscrição : 15/04/2015

MensagemAssunto: Re: Um Apólogo    Sex Dez 04, 2015 11:33 am

1- A moral do conto é que há muitas pessoas que ajudam as outras a "subirem" na vida e depois que essas outras estão se dando bem, esquecem que precisaram de ajuda para estarem onde estão.
2-Um Apólogo conta a história entre a linha e a agulha, onde elas discutem para saber qual é mais importante. A agulha acaba sendo mostrada como algo que só ajudou a linha a se dar bem, pois só a linha permaneceria na costura e a agulha voltaria para a caixa.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Conteúdo patrocinado




MensagemAssunto: Re: Um Apólogo    

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
Um Apólogo
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 1 de 2Ir à página : 1, 2  Seguinte
 Tópicos similares
-
» Site com o catálogo Scott 2009
» Catálogo Yvert
» [TUTORIAL] Mensagem aparecer no inicio do jogo e logo apos desaparecer...
» CATÁLOGO DE SELOS BRASILEIROS - RHM 2016
» CATÁLOGO RHM 2013 - VENDAS COM ÓTIMO VALOR

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
Literatura CNEC :: Várias Histórias (Machado de Assis)-
Ir para: