Literatura CNEC

Fórum destinado à discussão de obras literárias. O objetivo deste fórum, além disso, é substituir a avaliação tradicional, e fomentar reflexões mais profundas.
 
InícioInício  CalendárioCalendário  FAQFAQ  BuscarBuscar  MembrosMembros  GruposGrupos  Registrar-seRegistrar-se  Conectar-se  

Compartilhe | 
 

 O Naturalismo e a Obra

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
Ir à página : Anterior  1, 2
AutorMensagem
Leandro Libério



Mensagens : 29
Data de inscrição : 25/11/2014

MensagemAssunto: Re: O Naturalismo e a Obra   Qui Ago 18, 2016 11:50 pm

A obra O Cortiço possui pelo caráter naturalista marcada pela análise social a partir de grupos marginalizados, enfatizando o coletivismo dos moradores. Os principais personagens são: Miranda, português que casou por dinheiro e mudou-se para o curtiço, vive uma vida infeliz ao lado de sua esposa Estela, morador de um sobrado ao lado do cortiço, que dizem que é assombrado. João Romão, português, dono da pedreira e do curtiço, ganancioso que explora sua amante Bertoleza. Bertoleza, escrava que pensa ser alforriada, trabalha todos os dias, domingos e dias santos para João Romão seu "amante". Rita baiana, mulata, amiga de todos do cortiço, não esconde seu charme, no começo ela tem uma relação com Firmo mas se deixa levar pela paixão ao recém chegado Jerônimo, que era casado, do cortiço. Jerônimo, português trabalhador, esforçado e honesto, chefe da pedreira, que ao se envolver com Rita perde todos os seus princípios. Pombinha, moça educada e querida por todos acaba se entregando a prostituição após ser molestada. E a uma tese que diz que o personagem principal se trata do próprio cortiço.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Paulo Emílio 02



Mensagens : 4
Data de inscrição : 18/08/2016

MensagemAssunto: Re: O Naturalismo e a Obra   Qui Ago 18, 2016 11:58 pm

Na obra "O Cortiço", naturalista marcada pela análise social a partir de grupos marginalizados, valorizando a coletividade. Os principais personagens envolvem, Miranda, um português que se casou para obter sua ascensão social, vive uma vida infeliz ao lado de sua esposa Estela, mora em um sobrado ao lado do cortiço. João Romão, português, dono da pedreira e da estalagem, ambicioso que explora sua amante, Bertoleza, uma escrava que pensa ser alforriada, trabalha todos os dias, domingos e dias santos para João Romão seu amante. Rita baiana, mulata, amiga de todos do cortiço, distribui seu charme e encantos aos homens, no começo ela tem uma relação com Firmo, mas se deixa levar pela paixão ao recém chegado Jerônimo, um homem casado do cortiço. Jerônimo, português trabalhador, esforçado e honesto, chefe da pedreira, que ao se envolver com Rita perde todos os seus princípios. Piedade, é abandonada pelo marido Jerônimo e se entrega a bebedeira. Pombinha, moça educada e querida por todos acaba se entregando a prostituição após ser molestada pela madrinha. A obra mostra características marcantes do Naturalismo, como a animalização dos personagens, retrato da realidade e o instinto natural, e está ligada ao determinismo.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Giovanni Avelar



Mensagens : 27
Data de inscrição : 12/11/2014

MensagemAssunto: Re: O Naturalismo e a Obra   Seg Ago 22, 2016 12:50 pm

"O Cortiço", Aluísio de Azevedo, se destaca como um dos mais notórios representantes de sua escola literária, naturalismo, no Brasil. Com uma leitura que destaca a perversidade e a maldade humana, inseridas em um contexto miserável e diversificado, assume seu papel de "romance de tese" uma vez que insere as correntes cientificas e filosóficas de sua época como determinismo, darwinismo, socialismo -há criticas pontuais ao capitalismo selvagem, enriquecimento a qualquer custo- muito bem no universo literário de João Romão e seus inquilinos. Outros pontos altos da obra são o zoomorfismo e o descritivismo, sendo assim os personagens são animalizados, movidos não pela razão mas por seus instintos e desejos mais profundos, ao contrário do cortiço "que cresce, acorda e renasce". Uma vertente obscura da obra, pouco discutida, é seu determinismo racial, desta maneira há um escalonamento das raças, sendo o homem branco,europeu, superior à negros e mestiços. As mulheres também são retratadas de maneira preconceituosa, tendo todas as personagens traços fortes de submissão e líbido. Os personagens representam ainda grandes caricaturas da sociedade.Jeronimo é o ponto máximo do determinismo naturalista, sendo que seu comportamento altera-se gradualmente de maneira a tornar-se preguiçoso, leviano, em sintonia com seu meio.Tal aspecto pode revelar um certo "Complexo de vira-lata" para com os europeus. Bertoleza representa a parcela negra e mestiça da sociedade, que mesmo trabalhando duro não consegue enriquecer graças ao sistema racista que impera no Brasil. Miranda que com sua vida conjugal e geral infeliz, e sua busca por status através de um titulo, representa a nobreza da época. Existem ainda uma infinidade de personagens e ações dando a obra um sentimento de grandeza e pontuando-a como uma das principais representantes do importante movimento naturalista no Brasil
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Vitor Hugo



Mensagens : 27
Data de inscrição : 25/11/2014

MensagemAssunto: Re: O Naturalismo e a Obra   Ter Ago 23, 2016 2:11 pm

A obra O Cortiço de Aluísio Azevedo representa com maestria o Naturalismo Brasileiro, com características somo o zoormorfismo(ou animalização), e, consequentemente, a ação baseada em instintos naturais, tais como os instintos sexuais e os de sobrevivência.
Além disso a obra trata de temas bastante "polêmicos" principalmente pela época em que foi publicado.
outro ponto que pode ser destacado é o fato de o próprio cortiço acaba de se tornando, de certa forma, uma personagem do livro devido a uma personificação do espaço. Por exemplo, em certo momento o narrador diz que “os olhos do cortiço se abrem”, ao invés de dizer “as janelas do cortiço se abrem”.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Conteúdo patrocinado




MensagemAssunto: Re: O Naturalismo e a Obra   

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
O Naturalismo e a Obra
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 2 de 2Ir à página : Anterior  1, 2
 Tópicos similares
-
» O Naturalismo e a Obra
» [Brasil] Exército entrega obra no aeroporto de Guarulhos antes do prazo e com econômia
» [Brasil] Obras do aeroporto de GRU embargada pela justiça
» Aeroporto de Kansai - Obra da engenhosidade humana no Japão
» Em Caso de pouso na água... seu avião vai virar uma obra de arte

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
Literatura CNEC :: O Cortiço (Aluísio Azevedo)-
Ir para: