Literatura CNEC

Fórum destinado à discussão de obras literárias. O objetivo deste fórum, além disso, é substituir a avaliação tradicional, e fomentar reflexões mais profundas.
 
InícioInício  CalendárioCalendário  FAQFAQ  BuscarBuscar  MembrosMembros  GruposGrupos  Registrar-seRegistrar-se  Conectar-se  

Compartilhe | 
 

 A Terceira Margem do Rio

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
Ir à página : Anterior  1, 2
AutorMensagem
Izabella Zaidan



Mensagens : 7
Data de inscrição : 19/11/2014

MensagemAssunto: Re: A Terceira Margem do Rio   Qua Nov 19, 2014 6:29 pm

A terceira margem do rio conta a história de um homem que se isola de toda e qualquer convivência com a família e com a sociedade, preferindo a completa solidão do rio, lugar em que vive dentro de uma canoa. Ha família sem entender a reação inusitada do pai, com o tempo vai se acostumando com a ideia de não o ter mais presente. No decorrer do tempo todos se mudam e segue suas vidas, menos um dos filhos que a vida torna-se reclusa e sem sentido, a não ser pelo desejo obstinado de entender os motivos da ausência do pai. Com a velhice chegando o filho se ofereceu para tomar o lugar do pai na canoa, mas quando viu que seu pai estava se aproximando,acabou causando nervosismo no filho que sem pensar saiu correndo e nunca mais teve noticias de seu pai, fazendo se arrepender pelo resto de sua vida. (“Sei que agora é tarde, e temo abreviar com a vida, nos rasos do mundo”)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
vander



Mensagens : 7
Data de inscrição : 20/11/2014

MensagemAssunto: Re: A Terceira Margem do Rio   Qui Nov 20, 2014 12:01 pm

O conto "A Primeira Margem do Rio" descreve uma história de um pai que decide mandar construir uma canoa, e deixa sua esposa e seus três filhos para viver em um rio na canoa, sem ao menos explicar o porque dessa atitude, a família fez de tudo para tentar entender essa decisão, mas não conseguiram.O seu filho ficou com a tarefa de levar comida para o pai todos os dias. O tempo passou e sua filha mudou com mãe e o outro filho também mudou, restando apenas o filho que sempre levará comida para ele. Até que um dia o filho decidiu tomar o lugar do pai já que ele estava bastante velho ja, quando o filho ofereceu para ficar no lugar do pai, ele aceitou e quando vinha se aproximando ,o filho saiu correndo e nunca mais soube de seu pai.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
vander



Mensagens : 7
Data de inscrição : 20/11/2014

MensagemAssunto: Re: A Terceira Margem do Rio   Qui Nov 20, 2014 12:02 pm

O conto "A Primeira Margem do Rio" descreve uma história de um pai que decide mandar construir uma canoa, e deixa sua esposa e seus três filhos para viver em um rio na canoa, sem ao menos explicar o porque dessa atitude, a família fez de tudo para tentar entender essa decisão, mas não conseguiram.O seu filho ficou com a tarefa de levar comida para o pai todos os dias. O tempo passou e sua filha mudou com mãe e o outro filho também mudou, restando apenas o filho que sempre levará comida para ele. Até que um dia o filho decidiu tomar o lugar do pai já que ele estava bastante velho ja, quando o filho ofereceu para ficar no lugar do pai, ele aceitou e quando vinha se aproximando ,o filho saiu correndo e nunca mais soube de seu pai.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
vitoria rocha



Mensagens : 5
Data de inscrição : 17/11/2014

MensagemAssunto: Re: A Terceira Margem do Rio   Qui Nov 20, 2014 1:35 pm

"A terceira margem do rio" conta-nos a história de um homem que evade de toda e qualquer convivência com a família e com a sociedade, preferindo a completa solidão do rio, dentro de uma canoa. Por contradizer os padrões normais de comportamento, ele é tido como um desequilibrado.
Seu filho, o narrador do conto, nos relata as tentativas da família de estabelecer algum tipo de comunicação com seu pai, que recusa qualquer contato. Mas com o passar do tempo seus filhos acabam se casando e se mudando, sobrando então se filho mais novo (o narrador). Porém, ao ver seu pai nessa solidão, o filho se dirige a margem do rio, com o objetivo de assumir o lugar de seu pai, pra q ele possa descansar na sua velhice. Entretanto, o narrador revolve voltar, por causa do seu medo, com isso, nunca mais soube noticias de seu pai.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Marcos Ferreira

avatar

Mensagens : 6
Data de inscrição : 20/11/2014
Idade : 21

MensagemAssunto: Re: A Terceira Margem do Rio   Qui Nov 20, 2014 4:00 pm

O pai manda fazer uma canoa, feita para durar anos na água. Quando ela fica pronta se despede da família sem dar nenhuma justificativa e sem levar nada para seu sustento. A esposa não aceita a tal atitude. Ele nao voltou, mas estava sempre por perto e o menino sempre levava coisas para o seu sustento. Sempre se lembravam dele. o Tempo passou e , todos seguiram seus caminhos, mas um dos filhos não abandonou o seu pai e ficou por ali mesmo. Com os sinais da idade, ele chama seu pai de volta, pois ele ficou muito tempo ali e deveria descansar, e ele volta com seu filho o filho fica com medo do pai, sai correndo e nunca mais o pai viu seu filho.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Beatriz santana



Mensagens : 7
Data de inscrição : 10/11/2014

MensagemAssunto: Re: A Terceira Margem do Rio   Qui Nov 20, 2014 4:06 pm

A terceira margem do rio conta a história de um homem que larga toda a convivência com a família e com a sociedade, preferindo a completa solidão do rio, lugar em que, dentro de uma canoa, rema "rio abaixo, rio a fora, rio a dentro". Com essa iniciativa, ele é julgado como um louco. O conto, narrado pelo filho, relata todas as tentativa da família, parentes, vizinhos e conhecidos de estabelecer algum tipo de comunicação com o solitário homem. Contudo o pai recusa qualquer contato. Com o tempo, a família, vai-se acostumando com seu abandono. Mudam da fazenda; a irmã casa-se levando a mãe; o irmão também muda-se para outra cidade. O único a persistir na busca do por que do isolamento do pai, é o narrador (filho), que não descuida dele e chega a desejar substituí-lo. A escolha do isolamento no rio preocupa o filho, que é levado a questionar o próprio existir humano.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Arthur Ferreira



Mensagens : 7
Data de inscrição : 20/11/2014

MensagemAssunto: Re: A Terceira Margem do Rio   Qui Nov 20, 2014 4:16 pm

O pai um dia mandou fazer uma canoa, sem motivo ou explicação, ele se despede da família e pede para que eles não o sigam, e nem ao menos levou nem suprimentos. E assim foi, o pai foi para o meio do rio e permaneceu ali por anos a fio, sua família toda seguia caminhos diferentes menos seu filho, que permanecia lá, sempre indo a beira do rio para ver seu pai e mandar suprimentos! Um dia no desespero, ele clamou por seu lugar ao barco, o pai atendeu, foi chegando cada vez mais perto da margem, porém o filho ficou com medo e correu para longe, e assim ele adoeceu e morreu por ali mesmo.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Leandro Roger



Mensagens : 7
Data de inscrição : 20/11/2014

MensagemAssunto: Re: A Terceira Margem do Rio   Qui Nov 20, 2014 5:57 pm

O pai desde pequeno era rígido. E certo dia ele mandou fabricar um canoa bem resistente, porem pequena. Quando a canoa ficou pronta o pai a pega e em um único gesto de à Deus vai em direção o rio, sua esposa que tem fama de brava nada pode fazer, e ele fui quando chegou no meio do rio ele parou, parece que não ia mais a lugar algum, que ali ia permanecer. E os vizinhos e parentes sem saber o que tinha acontecido ficavam a discutir o porque daquela atitude. Mas com o passar do tempo os filhos acaba seguindo seus caminhos mas um dos ficou por ali, não abandonou o pai. Até que certo dia ele resolve chamar o pai de volta, e o pai volta, e ele sem acreditar sai correndo de medo pois seria impossível isso acontecer, e nunca mais teve noticias do pai.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Bruna Trindade



Mensagens : 7
Data de inscrição : 13/11/2014

MensagemAssunto: Re: A Terceira Margem do Rio   Qui Nov 20, 2014 6:07 pm

Certo dia, o pai manda fazer uma canoa, própria para durar vinte ou trinta anos na água. Ele deixa a família para ir viver sozinho na canoa. A família que não concordava com as atitudes do pai, resolvem se mudar, mas um dos filhos fica para não abandonar o pai. Então o filho resolve chamar o pai de volta, e ele resolve voltar. Mas o filho fica com medo e sai correndo, e nunca mais se encontraram.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Paula Mendes



Mensagens : 7
Data de inscrição : 19/11/2014

MensagemAssunto: Re: A Terceira Margem do Rio   Qui Nov 20, 2014 7:23 pm

O homem constroi uma canoa feita para durar muito tempo . Sem explicaçoes e motivos ele vai morar no rio , sem se preocupar com oque comer , e com sua sobrevivencia , nao leva nada com ele . Seu filho entao era o unico que se preocupava , mesmo sem ter sinais nunca saia da margem do rio , com o tempo todos foram embora . Mas o unico filho ficou. Ao passar anos ele grita pelo pai , e quando se depara com a presença dele sai correndo e nunca mais volta .
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Henrique Assis

avatar

Mensagens : 7
Data de inscrição : 20/11/2014

MensagemAssunto: Re: A Terceira Margem do Rio   Qui Nov 20, 2014 7:44 pm

A história se passa com um pai que manda fazer uma canoa, feita para durar anos. Quando esta esta pronta, ele se despede da família sem dar satisfações do porque estaria fazendo aquilo. Apesar de não ter voltado mais, todos seguiram seus caminhos e somente seu filho ficou ali, sempre levava alimentos para seu pai. Certo dia, seu filho decidiu tomar o lugar do pai na canoa porem, quando o viu, se aproximou e fugiu. Depois ninguém mais teve notícias sobre o pai.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
José Martinho

avatar

Mensagens : 7
Data de inscrição : 20/11/2014

MensagemAssunto: Re: A Terceira Margem do Rio   Qui Nov 20, 2014 8:16 pm

O conto nos mostra como a vida da família retratada na historia é afetada quando o pai, até o momento visto como um homem normal e bem da cabeça, decide encomendar uma canoa para sair navegando pelo rio. Desde o inicio sua esposa é contra essa decisão, chegando a fazer até mesmo ameaças ao homem, mas as mesmas não parecem interferir na escolha do homem. Quando a canoa ficou pronta o homem tomou seu rumo pelo rio e foi. Ao passar dos anos todos começaram a julgar a escolha, sem motivo explicito, tomada pelo homem, o único que tentava entender o personagem, era seu filho, que desde o inicio quis saber o porque dessa escolha e desde aquele momento isso virou seu objetivo de vida. Ele sempre buscava meios de se comunicar com seu pai na esperança de ve-lo novamente, e ele mostra em uma constante busca de substituir o espaço que seu pai deixou na vida de todos, suas responsabilidades e suas sabedorias. Isso acaba tomando uma boa parte da vida do filho, enquanto todos prosseguiram com suas vidas, ele ficava empacado nessa historia, até que um dia ele chega na margem do rio e por fim consegue se comunicar com o pai e propõe a troca de lugar, a qual é aceita, o filho treme de medo, por pavor os cabelos arrepiam e ele foge da pessoa que mais amava e tomava como exemplo. Essa atitude pode ser interpretada de várias formas, uma delas pode ser pelo medo de finalmente assumir o lugar de seu pai e ter para se de uma vez todas suas responsabilidades, outra explicação pode ser a de que ele teve medo ao ver seu pai pois o mesmo ja tinha sumido por anos, e no fundo ele não acreditava mais na possibilidade de seu pai ter sobrevivido, e ao se encontrar com aquela imagem depois de tantos anos acabou sendo um choque muito grande, por seu pai talvez querer levar com ele para a "terceira margem do rio" que pode ser o além, ou até mesmo uma suposta eternidade.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Letícia Terra



Mensagens : 7
Data de inscrição : 19/11/2014

MensagemAssunto: Re: A Terceira Margem do Rio   Qui Nov 20, 2014 9:42 pm

A terceira margem do rio é a historia de um pai que resolve construir uma canoa sem que sua família entenda o motivo, o filho e quem narra a historia indagando as razões que levaram o pai a tal atitude. Ele era um homem quieto, cumpridor e ordeiro e um dia inesperadamente encomenda uma canoa. Ela era pequena, porem forte, feita para durar muitos anos. Quando a canoa ficou pronta o pai partiu, não parecia feliz nem triste, simplesmente seguiu seu caminho para rio deixando todos perplexos. O pai ficava sempre no meio do rio sem sair do lugar, muitas noticias correram pela cidade de talvez ele estivesse pagando promessa ou com alguma doença e queria poupar a família. O filho trazia escondido, todos os dias comida e depositava as margens do rio, a mãe sabia e facilitava as coisas, mas fingia não se importar. Tentaram tirar o homem do rio de todas as formas, entretanto tiveram que se acostumar. Depois de um tempo apenas o filho continuou morando por lá, sua irmã casou teve filho e levou a mãe idosa para morar junto. Ele levou uma vida sem poder se casar e com uma culpa de algo que nem sabia o que era sendo que nunca chamava o pai de doido, mas questionava se ele sentia algum afeto pela família e tinha muito preocupação porque o pai já estava idoso. Certo dia o filho resolveu dizer ao pai que queria assumir seu lugar no rio. Quando seu pai veio ele sentiu medo e fugiu pedindo perdão, ninguém mais viu o pai e um tempo depois o filho adoeceu e pediu para que quando falecesse o depositassem numa canoa no rio.  
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Fabio Augusto



Mensagens : 7
Data de inscrição : 10/11/2014
Idade : 20

MensagemAssunto: Re: A Terceira Margem do Rio   Qui Nov 20, 2014 9:59 pm

Certo dia, o pai mandou fazer uma canoa. Era uma canoa resistente, feita para durar anos e para caber apenas uma pessoa, o remador. Ninguém na família sabia o motivo para tal canoa. Perto da casa havia um lago, tão extenso que não se podia ver a outra margem. No dia em que a canoa ficou pronta, sem nada e sem palavras de explicação, o pai deu o seu adeus, entrou na canoa e se pôs a remar. O pai foi e não voltou mais. Na verdade ele não foi a lugar algum, apenas manteve-se no rio, dentro da canoa, de onde nunca mais sairia. Era o filho que levava mantimentos para o pai, deixava no oco de pedra em um barranco a beira do rio. Ninguém conseguiu convencer o pai de voltar para terra firme. A irmã se casou, mas não houve festa devido às lembranças do pai. O filho estava sempre a defender o pai, ou a dar-lhe como sido um bom exemplo. Também se perguntava, se o pai perdeu o afeto pela família, se não queria mais saber deles, por que é que ele continuava por ali? Mas só o pai sabia. A irmã teve filho e se mudou para longe. A mãe foi junto para morar com a filha. O filho ficou, não se sentia no direito de ir embora para outras bandas ou se casar, pois seu pai carecia de sua ajuda. Veio os primeiros anos de velhice. O filho se sentia culpado por tal situação, mas não sabia o motivo, e nem se achava doido por isso, pois a palavra doido era proibida por ali. Por fim, o filho avistou ali o pai. Gritou-o, aclamou por sua volta, pois já estava velho demais, prometeu assumir seu lugar na canoa, mas o filho fraquejou quando viu seu pai remando em sua direção e se pôs a correr. O filho adoeceu, refletiu sobre sua vida. Do pai nunca mais se ouvira falar. Antes da morte, o filho desejou ser depositado em uma canoa, feito o pai, para que fosse levado por as correntezas do rio que não para.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
PauloVitorCS



Mensagens : 7
Data de inscrição : 20/11/2014

MensagemAssunto: Re: A Terceira Margem do Rio   Sex Nov 21, 2014 12:04 am

O pai construiu uma canoa, que segundo ele poderia durar várias décadas .Após a canoa pronta ele partiu e nunca mais voltou. O filho, que era muito apegado ao pai, todo dia leva comida e outras coisas necessárias para o pai. O tempo foi se passando, a família cresceu, alguns casaram, tiveram filhos, saíram de casa, e o pai, continuou na sua canoa, no seu posto imóvel. Tempos depois o filho voltou a margem do rio e chamou por seu pai e disse que ele poderia descansar e que tomaria o seu lugar na canoa. E assim fora, o pais deixou o posto para o filho se, aparentemente, a história deve-se repetir.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Conteúdo patrocinado




MensagemAssunto: Re: A Terceira Margem do Rio   

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
A Terceira Margem do Rio
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 2 de 2Ir à página : Anterior  1, 2
 Tópicos similares
-
» A Terceira Margem do Rio
» Camera Em Terceira Pessoa Com Zoom
» Personagem em terceira pessoa!
» Os Gremlins quase tiveram um jogo de tiro em terceira pessoa para PS2 e GC!
» 3° Guerra Mundial

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
Literatura CNEC :: Primeiras Estórias (Guimarães Rosa)-
Ir para: