Literatura CNEC

Fórum destinado à discussão de obras literárias. O objetivo deste fórum, além disso, é substituir a avaliação tradicional, e fomentar reflexões mais profundas.
 
InícioInício  CalendárioCalendário  FAQFAQ  BuscarBuscar  MembrosMembros  GruposGrupos  Registrar-seRegistrar-se  Conectar-se  

Compartilhe | 
 

 Capítulo 5 - A Sereia

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
Ir à página : Anterior  1, 2
AutorMensagem
Vinícius Eduardo



Mensagens : 29
Data de inscrição : 13/11/2014
Idade : 17

MensagemAssunto: Re: Capítulo 5 - A Sereia    Dom Ago 16, 2015 5:35 pm

Após ter sofrido com uma doença, o coronel Ponciano sente saudades de suas vadiagens e decide sair para caçar. Durante a caçada ele ouve uma voz vinda do mar e decide conferir oque é. Chegando a beira do mar ele se depara com uma sereia que logo o pede em casamento. Ponciano recusa o pedido e fala que era um homem já compromissado e que sua mulher era o capeta vestido de mulher. Tempos depois saíram boatos de que o coronel tenha abusado das partes de cima da sereia, porque as de baixo não tinham serventia.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Lucas Souza



Mensagens : 29
Data de inscrição : 14/11/2014

MensagemAssunto: Re: Capítulo 5 - A Sereia    Dom Ago 16, 2015 7:50 pm

Após se recuperar de uma doença, Ponciano foi recomendado pelo Dr. Coelho dos Santos a passar um período em Paus Amarelos. O coronel estava pronto para voltar ao Sobradinho, quando seu primo Juca Azeredo pediu que ele ficasse por mais um tempo. Como resultado dessa estadia mais longa, veio uma tarefa para o coronel. No outro dia chegou o major Serapião Lorena, implorando pela ajuda de Ponciano para exterminar um ururau que estava causando terror nas terras do major. Ao sair para resolver esse problema com Serapião Lorena, decidiram caçar uma capivara para que Ponciano ''relembrasse o uso da pontaria''. Durante o vasculhamento do animal, o coronel, lembrando de sua antiga paixão por Branca dos Anjos, avistou uma sereia, que segundo ele, possuía belos traços na parte de cima, e que tentava convencê-lo a se casarem, mas Ponciano recusa o pedido inventando uma desculpa de ser comprometido com ''o capeta de saia'', e logo depois um boato de o coronel ter abusado das partes de cima da sereia vaza pela região.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Vitor brito



Mensagens : 15
Data de inscrição : 16/08/2015

MensagemAssunto: Re: Capítulo 5 - A Sereia    Dom Ago 16, 2015 8:07 pm

Após passar por uma temporada doente nas terras do Pau Amarelo, Ponciano sente falta até do cheiro de mulher.
Ao voltar para sua casa ele sai para caçar e em meio a sua caçada ouve vindo do mar o canto de uma sereia, ela o pede em casamento, mas Ponciano mente que já é compromissado e sua esposa era o capeta de saia.
Tempos depois se espalha o boato que ponciano abusou das partes de cima da sereia, pois as de baixo se apresentavam inúteis.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Isabella de Souza Santos

avatar

Mensagens : 8
Data de inscrição : 24/11/2014

MensagemAssunto: Re: Capítulo 5 - A Sereia    Dom Ago 16, 2015 9:13 pm

Após sair de uma doença, ele sai em noite de lua, para caçar capivaras. O Cel. sentia muita falta de mulher. Em uma atmosfera lírica, de sonho, ele se recorda de uma antiga paixão, Branca dos Anjos, enquanto seu cavalo lhe leva para longe, em direção do mar. Ouve um chamado do mar vindo de uma suposta sereia, na qual o propõe em casamento. O coronel mente dizendo que já havia uma esposa, a qual era uma "capeta de saia", com isso a sereia fica muito triste e volta para o mar. Correm boatos de que o coronel havia abusado das partes de cima da sereia, embora ele negasse. E ainda guardava um cacho de seus cabelos louros.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Danilo Cesar



Mensagens : 29
Data de inscrição : 25/11/2014

MensagemAssunto: Re: Capítulo 5 - A Sereia    Dom Ago 16, 2015 9:16 pm

Após se curar da doença o Coronel Ponciano foi para a casa do primo onde o Major Serapião Lorena lhe pediu ajuda para matar um “ururau”.Ao chegar a fazenda do major ele pede que os soldados do Sobradinho vem ao seu auxílio juntamente com suas armas.Enquanto eles não chegavam o Coronel resolveu caçar uma capivara para “limpar a pontaria” e durante o rastreamento da caça ele encontra a sereia e acaba se mostrando mais esperto que ela não caindo na sua feitiçaria e respondeu que era casado com o “Capeta de saia” diante do pedido de casamento da sereia que escapa dos braços de Ponciano que fica com um cacho de cabelo que é entregue ao Major como prova do acontecido.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Paulo Emílio



Mensagens : 22
Data de inscrição : 25/11/2014

MensagemAssunto: Re: Capítulo 5 - A Sereia    Dom Ago 16, 2015 9:27 pm

Numa noite de Lua depois de recuperar-se de uma doença,o Coronel sai para caçar capivaras. Em seu caminho vai lembrando de uma antiga paixão, Branca dos Anjos. Ao se aproximar do mar ouve um doce canto de sereia, quando a encontra supostamente abusa de suas partes superiores e recusa seu pedido de casamento, pois como disse já era casado com o capeta de saia.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Gabriele Álvares



Mensagens : 19
Data de inscrição : 25/04/2015

MensagemAssunto: Re: Capítulo 5 - A Sereia    Dom Ago 16, 2015 9:50 pm

Ponciano havia passado por grande doença. Já melhor em suas condições físicas, o Coronel sentia falta de cheiro de mulher. Certa noite de lua, ele sai para caçar capivara com Serapi Lorena. Em seus delírios pensa em Branca dos Anjos,sua antiga paixão, e ao se aproximar do mar, ouve um canto doce de sereia. Como citado , Ponciano "abusou e desabusou das partes de cima da sereia", e esta lhe propõe casamento. O Coronel recusa dizendo que é casado e que sua mulher é "o capeta de saia".
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Leandro Libério



Mensagens : 29
Data de inscrição : 25/11/2014

MensagemAssunto: Re: Capítulo 5 - A Sereia    Dom Ago 16, 2015 9:51 pm

Ponciano estava em uma caçada de capivaras. No caminho ele estava pensando em Branca dos Anjos e na sua antiga vida de safadezas, quando ele escuta um belo canto, o que chamou sua atenção, então decidiu seguir. Ele se depara com uma sereia, após abusar de "suas partes de cima", a sereia pede Ponciano em casamento, mas ele rejeita, justificando que já era casado e que sua esposa era o "Capeta de Saia".
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Leonardo Alves Noronha



Mensagens : 3
Data de inscrição : 16/08/2015

MensagemAssunto: Re: Capítulo 5 - A Sereia    Dom Ago 16, 2015 10:07 pm

Após se recuperar de uma doença, coronel Ponciano resolve sair para caçar capivaras, na sua caçada ele ouvi um canto vindo do mar e quando chegou lá tinha uma sereia que quando o viu já pede o coronel em casamento mas ele recusa com uma desculpa que já era casado. Durante esse momento ele estava sendo acusado de abusar das partes de cima da sereia
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Caio José



Mensagens : 27
Data de inscrição : 26/11/2014

MensagemAssunto: Re: Capítulo 5 - A Sereia    Dom Ago 16, 2015 10:39 pm

Ponciano após melhorar de uma doença, sente falta das mulheres pois ficará em repouso em Paus Amarelos lugar onde não havia muitas mulheres, sai para caçar. Durante sua caçada relembra antigos amores e ao passar próximo ao mar escuta uma voz que chama por seu nome, era uma sereia. A sereia pede Ponciano em casamento porém ele recusa dizendo já ter mulher. Após esse acontecimento corre solto o boato de que Ponciano teria abusado das partes superiores da sereia.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
paula carena



Mensagens : 8
Data de inscrição : 26/04/2015

MensagemAssunto: Re: Capítulo 5 - A Sereia    Dom Ago 16, 2015 11:54 pm

Recuperado de sua doença o coronel sai a caça das capivaras, ele se lembra de sua antiga amada, Branca dos Anjos, e acaba por ouvir uma voz misteriosa, mais tarde descobre que a voz pertencia a sereia. Ponciano usa das partes superiores da sereia que o pede casamento para morarem no mar. O homem recusa e afirma que sua esposa é o capeta de saia.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Conteúdo patrocinado




MensagemAssunto: Re: Capítulo 5 - A Sereia    

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
Capítulo 5 - A Sereia
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 2 de 2Ir à página : Anterior  1, 2
 Tópicos similares
-
» Caçador do Vazio - Capítulo - 4 - Irmão Caçador.
» Fic - A Legião - CAPÍTULO 5 POSTADO!
» A Rainha das Lâminas - Capítulo - 2 - O Véu de Raiva.
» TKCast Leitura de Capítulos #05 - Capítulo 5
» Cajado da Redenção - Capítulo 09 - Confissão.

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
Literatura CNEC :: O Coronel e o Lobisomem (José Cândido de Carvalho)-
Ir para: